Registar

Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

 

MALTADODESPORTO SURPREENDE NA SUA ESTREIA NA TAÇA AO BATER EQUIPA DA SUPERLIGA!

 

SDC 3-20 Elite

Jogo com pouca história, com o SDC a apresentar-se a jogo com apenas seis jogadores frente a uma equipa que já provou ter qualidade em épocas anteriores. O jogo desde cedo ficou resolvido com o primeiro golo a ser marcado logo ao segundo minuto de jogo, por intermédio de Gonçalo Cardoso, ele que viria a marcar por mais cinco vezes. O resultado ao intervalo já assinalava 13-1, com o golo da equipa do SDC a ser marcado por André Oliveira. No segundo tempo, a equipa da Elite diminuiu o ritmo do jogo, mas mesmo assim o resultado final chegou às duas dezenas, 20-3.

.

Lisbon City 4-6 Pastéis Vintage

Jogo que se previa equilibrado e tal acabou por acontecer. Os Lisbon City a marcarem logo no início do jogo mas a consentirem o empate minutos depois, num ataque bem organizado dos Pasteis Vintage. A jogar com qualidade, a equipa dos Pasteis a conseguir chegar à vantagem de 3-1, tendo Fábio Pereira em cima do intervalo numa jogada de insistência, reduzido para 3-2. No segundo tempo o cariz do jogo não se alterou, com as equipas a equipararem-se apesar de um maior domínio da equipa da cruz de cristo. Ricardo Sousa a desviar do guarda-redes depois de um passe para as costas da defesa fazia o 4-1, tendo Marco Pereira reduzido, ele que na primeira parte tinha marcado na própria baliza (4-2). Nos minutos finais, bolas mais bombeadas para as áreas com as equipas a jogar mais com o coração que com a cabeça, acabando por permitir alguns golos de parte a parte. Resultado final de 6-4.

 

Borussia Dormetudo 6-4 SeteÀRasca

Primeira parte bem disputada, com o Borussia a ter mais bola mas com dificuldades em superar a defesa dos SeteÀRasca em ataque continuado. No entanto viriam a chegar a uma vantagem confortável de 3-0 através de transições rápidas, aproveitando recuperações de bola. O primeiro golo nasce de uma recuperação de bola à entrada da área finalizada por João Salta e nos outros dois golos, as recuperações a ocorrerem a meio campo. Ao intervalo 3-0. No segundo tempo os SeteÀRasca a terem a primeira oportunidade para marcarem, mas foi o Borussia que viria a ter novamente a melhor eficácia com Rui Caetano e Rui Silva a marcarem em apenas um minuto. Os SeteÀRasca apesar do resultado pesado nunca desistiram de jogar um bom futebol e viriam a marcar através de André Baptista. O golo marcado fez a equipa dos SeteÀRasca acreditar nela própria e a conseguir colocar o Borussia em sentido, marcando mais três golos. Pelo meio João Salta marcaria o seu segundo golo, impossibilitando uma maior surpresa no jogo. Apesar da recuperação, o tempo não viria a permitir mais, ficando o resultado em 6-4. Apesar da vitória do Borussia, ficou no ar que se os SeteÀRasca tivessem entrado na primeira parte a jogar o jogo pelo jogo e não tendo tido receio de estar a defrontar uma equipa de uma liga superior, que o resultado poderia ter sido mais incerto.

.

CP4L 3-6 Telheiras FC

Duelo de velhos conhecidos, desta vez para a Taça. O jogo a iniciar logo com o golo do CP4L marcado por Rafael Silva logo na primeira jogada da partida. A resposta no entanto viria a ser dada dois minutos depois com o Telheiras a empatar a partida, acabando mesmo por consumar o reviravolta, aproveitando um erro do guarda-redes adversário. Num jogo algo morno, com as duas equipas a jogarem pouco para as suas valias, era uma taxa elevada no acerto na hora da finalização que colocava alguma emoção no jogo, tendo a primeira parte contado com mais dois golos, um para cada equipa. Ao intervalo 3-2 para o Telheiras. Na segunda parte, o Telheiras foi mais eficaz, contando com um regressado Sebastião Dutschke à baliza que viria a ser fundamental e com Miguel Vieira a fazer novo hat-trick, ele que nos últimos três jogos conta com 7/8 golos. O resultado terminaria com a vitória do Telheiras por 6-3.

.

RedTails United 4-3 Mamas FC

Mamas FC a dominar a primeira parte mas a não conseguirem passar por um Hugo Pereira, guarda-redes dos RedTails, que esteve a um nível enorme. Em relação ao RedTails iam aproveitando as oportunidades que tinham para fazer a diferença, conseguindo chegar ao intervalo a vencer por 2-0, com golos de Flávio Silva e João Anjos, aos 5 e 6 minutos respetivamente. A segunda parte manteve a mesma toada, com um Mamas FC a dominar o jogo mas um RedTails muito organizado e competente a criar dificuldades. Diogo Pereira acabaria por reduzir para 2-1, mas de livre direto Tiago Couto a distanciar novamente a equipa. Á lei da bomba Nuno Colorado não quis ficar atrás do seu companheiro de equipa e num forte remate fora da área a colocar o resultado em 4-1. O ataque ia sendo competente e lá atrás Hugo Pereira ia fazendo os possíveis e os impossíveis, tendo mesmo defendido uma grande penalidade. Nos últimos dez minutos os Mamas FC ainda conseguiram reduzir por Sandro Sousa e David Barbaça mas foi insuficiente para retirar a vitória aos homens de vermelho.

.

Black Power 4-2 AMBCV

Jogo pobre, com poucas oportunidades na primeira parte, apesar de um AMBCV a ter mais bola. Black Power a ter poucas oportunidades na primeira parte, mas a conseguirem chegar ao golo através de um livre direto. AMBCV a sentir grandes dificuldades em jogar apoiado, com os passes a nem sempre saírem bem ou na altura correta e não conseguem evitar a desvantagem de 1-0 ao intervalo. No segundo tempo o AMBCV acabaria por chegar ao empate, na marcação de uma grande penalidade, mas o empate a ser novamente desfeito por novo livre direto de Nilton Carlos (Black Power). O maior domínio da equipa do Lumiar acabaria por permitir que o golo surgisse, jogada pelo lado direito do ataque com um cruzamento para o poste mais afastado onde surge Ricardo Pinto a desviar. Mas este não era o dia do AMBCV, que viria a deitar tudo a perder ao minuto 45, numa perda de bola na defesa, que Nikel Almeida aproveita para bater um desamparado Samuel Danut. Até ao final do jogo novo golo para a equipa do Black Power, que desta forma garantia a vitória por 4-2.

.

Filhos do Pai 0-15 A. D. Republica da Pingaiada

Partida tranquila para a República da Pingaiada que não mostrou dificuldade em vencer a jovem formação adversária. Os Filhos do Pai resistiram 7 minutos até a República inaugurar o marcador após boa jogada individual de William Júnior, e a partir daqui tudo se tornou mais fácil e voltaram a marcar aos 10, 12, 14 e 15 minutos de jogo (5-0). A República da Pingaiada nunca tirou o pé do acelerador e com naturalidade fizeram mais 4 golos ainda antes do intervalo. A 2ª parte foi uma réplica da primeira, exceto o grau de eficácia da República da Pingaiada. Precisaram de 5 minutos para marcar no segundo tempo na transformação de uma grande penalidade, aos 36 minutos William Júnior encosta de cabeça ao 2º poste após cruzamento do seu capitão, fazendo assim o 5º golo na conta pessoal e aos 40 minutos chegam ao 12-0 em nova jogada individual de William Júnior. A equipa dos Filhos do Pai claramente resignada, consentiu ainda mais 3 golos até final do encontro.

 

Os Magriços 2-4 Café Praceta

Golo madrugador do Café Praceta fê-los relaxar, Os Magriços deram a volta ao resultado mas na 2ª parte o Café Praceta (à boleia de Leandro Pacheco) arrancou a ferros a vitória na 1ª jornada da Taça. O Café Praceta entrou melhor na partida e André Trindade com um remate de longe abriu o marcador aos 3 minutos. A equipa desacelerou e Os Magriços empataram aos 13 minutos, o jogo manteve-se em aberto e aos 21 minutos numa boa jogada individual Duarte Amaral faz o 2-1. A 2ª parte começa sem grandes ocasiões de perigo de parte-a-parte, as equipas preocuparam-se mais em não cometer erros, até que aos 39 minutos aparece Leandro Pacheco – primeiro igualando o marcador; 4 minutos volvidos arranca sozinho pela direita, tira um adversário do caminho disparando para o 2-3 e aos 46 minutos destrói as esperanças d’Os Magriços voltarem ao jogo, fazendo o 2-4 final na cara do guarda-redes.

 

GRD Os Fixes 2-3 MaltaDoDesporto

Partida altamente equilibrada que apenas foi decidida nos 25 minutos finais, quando o cansaço já domava os jogadores após primeira parte intensa sob tarde de calor. A 1ª parte foi registada sem golos, as equipas a equivaleram-se taticamente na procura da posse de bola e jogadas de perigo que davam o controlo do jogo. A bola circulava alternadamente pelas duas equipas mas quase sempre longe das balizas (2 oportunidades em 5 remates para cada lado no final do 1º tempo). A 2ª parte não podia ter mais interessante – golo inaugural da partida aos 28 minutos – com Dodó (Os Fixes) a rematar colocado à entrada da área. A resposta não se fez esperar e no minuto seguinte a MaltaDoDesporto coloca de novo o resultado empatado após recarga (1-1). As equipas voltaram a lutar pela posse de bola e a MaltaDoDesporto foi mais forte marcando de novo, aos 34 minutos por Filipe Silva em contra-ataque. Em desvantagem, Os Fixes pegaram e no jogo e estiveram muito perto de igualar quando o seu capitão acertou na trave. A sorte não esteve do seu lado e pouco depois a MaltaDoDesporto aproveita para dilatar o marcador aos 38 minutos (1-3). Os Fixes não desistiram e ainda conseguiram reduzir aos 40 minutos num auto-golo, mas não restavam mais forças para dar a volta e a MaltaDoDesporto mostrou competência no seu jogo, soube gerir os minutos finais e conquistou os 3 pontos na 1ª jornada do grupo E.

 

Pornmouth 3-7 Recreativo do Libolo

Recreativo do Libolo construiu vantagem cedo com toda a naturalidade e descansou sobre os 4-0 da 1ª parte. O Pornmouth aproveitou para fazer 2 golos e foi o desafio que o Libolo precisava para voltar ao jogo e fazer mais 3 golos. O Recreativo fiel à sua identidade entrou com intensidade e vontade de praticar bom futebol. Deu frutos logo ao 3º minuto de jogo (0-1), aos 7 minutos Jandir finaliza uma boa jogada coletiva fuzilando o guardião contrário e aos 12 minutos bisa no encontro após triangulação. O ritmo de jogo arrefeceu e o Libolo fez mais um golo antes do intervalo (bis de Fábio Brito). O Pornmouth entrou decidido no 2º tempo fazendo 2 golos bem cedo (27 e 28 minutos), aproveitando a apatia geral denotada do lado contrário. O Libolo demorou 7 minutos a despertar, altura em que Mário Azevedo na cara do guarda-redes fez o 2-5 e aos 41 minutos após contra-ataque, Anaíldo aumenta a vantagem para 4. Já com o jogo completamente controlado, o Libolo comete um erro defensivo aos 46 minutos que lhe custa um golo. Até final o Recreativo beneficiaria ainda de um auto-golo aos 48 minutos que concluiu o encontro.

 

Cão Digan 4-1 Carcaças FC

Os Carcaças mantiveram o resultado incerto até aos 10 minutos finais, altura em que as forças se esgotaram. Apesar de não se mostrarem muito ofensivos foram competentes a defender. O Cão Digan foi bastante rematador durante toda a partida e pouco eficaz no 1º tempo (apenas um golo em 7 ocasiões). O Cão Digan inaugurou o marcador aos 7 minutos pelo seu capitão Jean Testut em ataque rápido e após excelente assistência de João Pacheco. O Cão Digan continuou à procura do golo, estiveram próximos de chegar ao 2-0 por diversas vezes mas foram algo infelizes na finalização e o resultado manteve-se até ao intervalo. A 2ª parte começou da melhor maneira para os Carcaças, com o seu capitão Pedro Gouveia a marcar aos 29 minutos igualando a partida a uma bola. No minuto seguinte, João Pacheco com uma trivela colocada deu de novo a vantagem ao Cão Digan e aos 41 minutos bisou na partida fazendo assim o 3-1. Até final mais um golo para o Cão Digan por José Forjaz numa altura em que os 3 pontos já pareciam destinados.

 

Central Mensageiro 5-0 Desfalke 04

Vitória para a equipa do Central Mensageiro, beneficiando da falta de comparência do seu adversário.

 

Dab Team 4-2 FC Cavaleira

Jogo com a equipa do FC Cavaleira a começar mais dominante, muito devido ao facto da Dab Team começar a partida com apenas 6 jogadores. Apesar disso a equipa da Dab Team conseguiu aguentar as investidas contrários e manteve o jogo empatado a zero até à entrada do seu 7º jogador, com que viram a jogar todo o jogo. A meio da 1ª parte a equipa da Dab Team acabaria mesmo por assumir-se no jogo, sendo a primeira equipa a marcar num golo do meio da rua marcado por Romário Santos, que levaria assim o resultado para o intervalo em 1-0. Numa 2ª parte equilibrada, a Dab Team acabaria por conseguir mais 3 golos e vence o jogo por 4-2, ficando a equipa do FC Cavaleira a sentir um sabor agridoce ao vender cara a derrota, falhando alguns lances clamorosos de golo que poderiam ter terminado esta partida com uma resultado bastante diferente.

 

Vulcão FC 6-1 New Team

Início de jogo muito dividido com ligeira superioridade ofensiva do Vulcão FC. O primeiro golo desta partida ainda demorou a surgir, mas quem mais procura normalmente mais sucesso encontra, e após uma bola ao poste da baliza da New Team com 12 minutos decorridos, surge depois o golo do recém-entrado na partida Hélder Pereira aos 13 minutos, que dá assim a vantagem à equipa do Vulcão FC. O golo deu maior confiança a esta equipa e o seu jogo começou a fluir mais naturalmente, dando mesmo pouca margem ao seu adversário, marcando ainda o 2º golo antes do intervalo numa excelente jogada coletiva, finalizada novamente por Hélder Pereira. Na 2ª parte, mais do mesmo, New Team ia sentindo muitas dificuldades para sair a jogar e os golos do Vulcão foram sentenciando o jogo, com o hat-trick de Hélder Pereira aos 31 minutos, João Coimbra marca aos 36 minutos e de grande penalidade o guarda-redes do Vulcão António Sofrimento faria o 5-0 aos 45 minutos. Três golos não chegaram ao homem do jogo e ao minuto 46, Hélder Pereira faz um póquer que coloca o jogo em 6-0. Até final, Ricardo Oliveira da New Team conseguiria ainda dar uma pequena alegria à sua equipa, marcando o 6-1 no último lance do jogo.

 

T.B.V. Brooklyn 4-4 Dream Team

Jogo bem disputado com a posse de bola a ser dividida na 1ª parte, se bem que as melhores oportunidades foram criadas pelos Dream Team que chegam ao 0-1 logo no 1º minuto. Num lance de azar, o GR dos Dream Team Glenio Nascimento fez auto-golo aos 14 minutos e repôs a igualdade. Mas aos 24 minutos, João Martins dos Dream Team fez o 1-2 e repôs alguma justiça no resultado. Na 2ª parte Sérgio Silva dos Dream Team aos 27 minutos fez o 1-3 e os Dream Team controlavam o jogo a seu belo prazer sem que os TBV Brooklyn conseguissem criar perigo e aos 42 minutos Neidil Fernandes ainda fez o 1-4. O jogo parecia sentenciado, mas os TBV Brooklyn com a sua garra nos momentos necessários acabaram por fazer golo aos 45 minutos por Pedro Antunes, 48 minutos por Patrício Gaúcho e no mesmo minuto Pedro Antunes novamente fez o 4-4, sendo que ainda desperdiçaram uma grande penalidade por aos 46 minutos. O jogo terminava com o equilíbrio da 1ª parte com ambas as equipas a usarem as suas armas para não perder o jogo.

 

TOCOF 3-2 ODC Warrior

Jogo equilibrado no início e Fábio Santos aos 7 minutos, na primeira oportunidade do jogo fez o 0-1 para os ODC Warrior. Os ODC Warrior conseguiam criar oportunidades mais perigosas, e numa dessas oportunidades Diogo Afonso fez o 0-2 aos 18 minutos, mas no mesmo minuto e na primeira grande oportunidade, João Menezes reduzia para 1-2 para os TOCOF. Na 2ª parte os TOCOF revelaram-se uma equipa mais faltosa e acabaram por ter menos posse de bola e menos oportunidades, mas foram conseguindo controlar o jogo e aos 27 minutos Miguel Ribeiro num belo remate fez o 2-2 e novamente João Menezes dos TOCOF aos 35 minutos fazia o 3-2 final e sentenciava o jogo.

 

Alvalade

Domingo, 09 de Abril.

17h00 – SDC 3-20 Elite (Taça Lisboa Grupo A – 1ª Jornada)

18h00 – Borussia Dormetudo 6-4 SeteÀRasca (Taça Lisboa Grupo B – 1ª Jornada)

19h00 – Lisbon City 4-6 Pastéis Vintage (Taça Lisboa Grupo A – 1ª Jornada)

20h00 – CP4L 3-6 Telheiras FC (Taça Lisboa Grupo B – 1ª Jornada)

21h00 – RedTails United 4-3 Mamas FC (Taça Lisboa Grupo C – 1ª Jornada)

22h00 – Black Power 4-2 AMBCV (Taça Lisboa Grupo C – 1ª Jornada)

 

Belém

Domingo, 09 de Abril.

17h00 – Filhos do Pai 0-15 A. D. Republica da Pingaiada (Taça Lisboa Grupo D – 1ª Jornada)

18h00 – GRD Os Fixes 2-3 MaltaDoDesporto (Taça Lisboa Grupo E – 1ª Jornada)

19h00 – Pornmouth 3-7 Recreativo do Libolo (Taça Lisboa Grupo E – 1ª Jornada)

20h00 – Cão Digan 4-1 Carcaças FC (Taça Lisboa Grupo F – 1ª Jornada)

21h00 – Os Magriços 2-4 Café Praceta (Taça Lisboa Grupo D – 1ª Jornada)

22h00 – Central Mensageiro 5-0 Desfalke 04 (Taça Lisboa Grupo F – 1ª Jornada)

.

Mem-Martins

Domingo, 09 de Abril.

18h00 – Dab Team 4-2 FC Cavaleira (Taça Lisboa Grupo G – 1ª Jornada)

19h00 – Vulcão FC 6-1 New Team (Taça Lisboa Grupo G – 1ª Jornada)

 

Odivelas

Domingo, 09 de Abril.

20h00 – T.B.V. Brooklyn 4-4 Dream Team (Taça Lisboa Grupo H – 1ª Jornada)

21h00 – TOCOF 3-2 ODC Warrior (Taça Lisboa Grupo H – 1ª Jornada)