Registar

Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Mais uma jornada realizada na Serie 1 e a confirmação de um líder isolado, o Papellandia.

Frente a uma formação do Fão bem longe do melhor que já mostrou, a equipa do Papellandia não teve qualquer dificuldade em superiorizar-se e vencer de forma inequívoca por doze bolas a quatro, com Luís Oliveira a mostrar veia goleadora, marcando cinco golos na partida. Do lado do Fão, de nada valeu a excelente performance de Rui Torre, autor de um hattrick, ele que já leva cinco golos para o campeonato, de um total de 9 golos marcados pela sua equipa.

Ainda no sábado, foram realizados mais dois jogos e todos eles com vitorias esclarecedores. O AC Prado derrotou o Armada Invencível por sete golos sem resposta. Na partida entre Os Pugs e Dream Team, vitoria do Dream Team por cinco bolas a uma. Destaque para o goleador da equipa do Dream Team, Fábio Lima, autor de mais dois golos para a sua conta pessoal.

No domingo tudo muito diferente com a realização de dois jogos, mas estes bem mais divididos e competitivos, como comprova o resultado final.

As primeiras equipas a entrar em campo foram Desfalque 04 e ACAIB, duas equipas que já perderam pontos no campeonato e não queriam descolar dos lugar cimeiros. Ambas as equipas a demonstrarem empenhamento máximo ate ao último minuto da partida, criando varias oportunidades de golo, mas no final houve divisão de pontos, registando-se um empate a duas bolas no final dos cinquenta minutos.  Kelven Silva ainda fez sonhar com a vitoria, ao fazer o segundo golo para a sua equipa, ACAIB, dando assim vantagem, a cinco minutos do fim da partida, mas Alexandre Silva no minuto seguinte conseguia repor o empate e dar um ponto para a sua equipa.

Foi com o mesmo resultado, empate a duas bolas, que terminou o segundo jogo da tarde, este entre Juventude Valdozende e Mercurial 7. O jogo foi sempre muito dividido e ate o momento dos golos é representativo disso mesmo, com um golo para cada equipas nas duas partes do jogo. Marcou primeiro a equipa do Mercurial aos 12 minutos por José Campos, mas Simon Costa aos 19 minutos repunha a igualdade. Na segunda parte mais dois golos, uma para cada equipa. Aos 43 António Couto voltava a dar vantagem para a equipa do Mercurial 7, mas um minuto depois, Nuno Ferreira voltava a deixar tudo empatado. No final, resultado justo pelo que as duas equipas produziram.

Com quatro jornadas realizadas, tudo muito equilibrado, onde apenas 3 pontos separam Juventude Valdozende, sétimo classificado, do atual segundo classificado AC Prado.

Na Serie 2, três equipas parecem destacar-se na classificação, são elas Lust Bar, ARCOV e Arrebenta Pipas, todos com nove pontos e cada vez melhor posicionados para o apuramento á Divisão Elite. Hendrix, com seis pontos, tem jogo importante já no próximo sábado, onde defronta o líder e atual campeão Lust Bar. Everest, com 3 pontos, tem também ele jogo decisivo frente ao ARCOV, precisando de vencer para diminuir a desvantagem para os 3 primeiros classificados.

Quanto aos jogos, destaque para a primeira vitoria na prova da equipa Guardizela. Vitoria por duas bolas a zero conquistada frente ao Café Tatana. Jogo sempre muito equilibrado, onde qualquer equipa poderia chegar ao golo e á vantagem. Percebia-se que quem marcasse dificilmente iria perder e foi isso que acabou por acontecer. O Guardizela ganhou vantagem a nove minutos do fim da partida, altura em que o Cafe Tatana arriscou tudo e acabaria por ser penalizado com mais um golo, dando os primeiros três pontos ao Guardizela. Destaque ainda para Miguel Silva, autor dos dois golos da sua equipa.

Se o primeiro jogo do dia foi muito agradável de acompanhar, o segundo também não fugiu á regra.

O Everest FC já tinha demonstrado que estava aqui para competir com as melhores equipas do campeonato e voltou a demonstrá-lo. Do outro lado estava a equipa do Arrebenta Pipas, decidida a corrigir os erros da época passada. Apesar do equilíbrio, a equipa do Arrebenta Pipas pareceu sempre mais perto do golo e confirmou isso mesmo, chegando ao intervalo com uma vantagem de 2 golos. Se a primeira parte teve qualidade e emoção, a segundo teve-o a dobrar. A equipa do Everest foi para cima do seu adversário á procura do empate e acabou por consegui-lo. No entanto a reacção do seu adversário não se fez esperar e cedo voltaria a conseguir dois golos de vantagem. O jogo estava partido e os golos iam aparecendo, com a equipa do Everest a reduzir a desvantagem e a equipa do Arrebenta Pipas a repo-la. No final, vitoria justa da equipa do Arrebenta Pipas, mas por números talvez exagerados, tal a qualidade e resistência demonstrada pela equipa do Everest.

O último jogo da tarde colocou frente a frente ARCOV e Barcafute, mais um jogo com muitos golos e imprevisibilidade do resultado final. No final seria a equipa do ARCOV a vencer e, assim, a conquistar mais três preciosos pontos rumo ao seu primeiro objectivo, o apuramento para a Divisão Elite. Do lado da Barcafute, tudo mais difícil para repetiro  feito da época passada e voltar á Divisão Elite. Ainda assim destaque para Paulo Neto e Paulo Martins, ambos a bisarem na partida.

SERIE JORNADA EQUIPA 1 EQUIPA 2 DATA HORA CAMPO
S2 4 Guardizela 2 0 Café Tatana 8-abr 18h30 Ringe
S2 4 EVEREST F.C. 4 7 Arrebenta Pipas 8-abr 19h30 Ringe
S2 4 ARCOV 5 4 Barcafute 8-abr 20h30 Ringe
S1 3 Dream Team FC (Braga) 4 1 Futsal “Os Pugs” 8-abr 17H45 Rodovia
S1 3 Papellandia 12 4 Fão Team 8-abr 18H45 Rodovia
S1 3 AC Prado 7 0 Armada Invencível 8-abr 19H45 Rodovia
SERIE JORNADA EQUIPA 1 EQUIPA 2 DATA HORA CAMPO
S1 3 ACAIB 2 2 Desfalque 04 9-abr 16H15 Rodovia
S1 3 G.D.R.C. Juv. Valdozende 2 2 Mercurial 7 9-abr 17H30 Rodovia